quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Discurso de Formatura



Definição da palavra Letras segundos os principais dicionários:

Classe gramatical de letras: Substantivo feminino plural.

Separação das sílabas: le-tras.

Possui seis letras sendo - duas vogais (e/a) e quatro consoantes (l t r s).

A palavra Letras escrita ao contrário é sartel.

Aplicação numa frase:
“Hoje recebemos nosso diploma porque, depois de um longo caminho, nos graduamos em LETRAS”.

E é nesse contexto que percebemos que nosso caminho das Letras é outro.
É esse percurso que talvez nos tenha levado a compreensão do que Carlos Drummond de Andrade sabiamente quis dizer em: “No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho”. Talvez a pedra de Drummond fosse à mesma de João Cabral de Melo Neto “as palavras devem funcionar como pedras, se pronunciadas que se pronunciem, mas com boca que se pronuncie pedra” quando a pedra aqui, representa a força bruta ao atingir o alvo. É, e nós atingimos!
Os outros cursos que nos perdoem, mas quem estuda Letras tem o dom: o dom da paciência (com os professores enquanto alunos, e com os alunos quando finalmente nos tornamos professores), o dom da amizade com os livros, do amor com as palavras, o dom de enganar o sono, de esquecer-se da fome, de lembrar-se só de respirar.
Quem faz Letras tem o dom de perceber o que as outras pessoas não percebem, e por isso não conseguem responder a pergunta que mora na ponta de muitas línguas: estudar isso pra que?
O idioma sendo o pai de cada nação, a Literatura se torna mãe. Estudamos para nos conhecer, para criar identidade, para nos identificar com as situações dos livros e sentir um breve momento de dor para que não tenhamos que senti-la por nós mesmo. Por um momento deixamos de ser realidade e passamos a ser ficção: a ficção que nos conta a verdade. Não é mesmo Fernando Pessoa? “O poeta é um fingidor, finge tão completamente que chega fingir que é dor, a dor que deveras sente”.
Hoje nossas letras se transformaram em um agradecimento e em uma certeza de que isso não é um fim: é apenas um novo capítulo na vida de cada um, capítulo de livro novo, capa dura, gravura vistosa e com uma dedicatória especial a cada um que tornou esse nosso sonho – isso que vivemos agora – a realidade de estarmos formados.
Agradecer aqui, que fique claro, vai ser apenas um símbolo, uma pequena demonstração de tudo aquilo que gostaríamos de gritar pro mundo todo. Mas pais, tios, avós, padrinhos, irmãos e agregados – escutem baixinho nosso sussurro no ouvido – “Obrigada” – pois acreditem, para nós, vocês são o nosso mundo todo.
Aos mestres que nos apresentaram Sausurre, Bakthin, Moisés, Vygostsky – e que por tantas vezes, por longos finais de semana nos fizeram trocar nossos namorados, noivos e esposos por essas figuras. Nossa vitória hoje é espelho de toda dedicação de vocês, refletimos nas lágrimas alegres e aliviadas todo o conhecimento partilhado como ponte – pois como bem disse Cora Coralina “Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”.
Agradecemos a Deus pela força, perseverança, paciência, sabedoria e inteligência, por Ele nunca ter nos abandonado mesmo quando por algum desgaste da nossa pequenez humana, nos esquecemos Dele. Que todos os dias possamos em oração pedir que a Sua Santa Luz ilumine nossos passos e nossos caminhos, para que não sejamos apenas professores, mas educadores da alma.
E já que quem estuda Letras conhece de tudo um pouco, sabe de todas as Letras, de muitas palavras – mesmo que mais no semântico que no sintático, e mais no conotativo que no denotativo – das vinte e seis letras do alfabeto que se transformam no infinito, e muitas vezes das poucas que se resumem em tudo, possamos assim definir o porquê de termos escolhido Letras.
Mas atenção, não se engane com a facilidade da explicação, porque estudar Letras é aprender todo dia que tudo pode mudar. E que não nos esqueçamos nunca que é sempre com uma letra que se começa uma linda história.
E hoje essa nossa história começa com a letra M – M de MUITO OBRIGADA!

(Débora Carolina de Souza Bonato – Formanda Letras/ Espanhol)

Um comentário:

  1. AAAA, best speech ever...
    Débora você me fez chorar ontem...=X por isso nem me atrevo a ler o texto novamente pqe eu tenho certeza absoluta que vou chorar mais e mais (:
    FICOU LINDO E LINDO MESMOOOOOO
    e Parabéns pra nós...*-*

    ResponderExcluir